cmrmc

cmrmc

domingo, 29 de novembro de 2009

Depoimentos Cariocas



" Depoimentos Cariocas " com
Nei Lopes



Dia 04 - sexta - 19 horas


Depoimentos Cariocas com NEI LOPES.
O Centro de Referência da Música Carioca, visando o desenvolvimento de seu acervo sobre a música do Rio de Janeiro, inicia a série Depoimentos Cariocas. Serão entrevistas feitas pelo jornalista Hugo Sukman com artistas de renome na música da nossa cidade. Diferentemente das bem sucedidas experiências na área da documentação e pesquisa voltadas para a memória do passado, essa série se propõe a ser uma conversa com o artista sobre a sua atualidade, seu futuro e de como ele vê o presente e o futuro da música carioca. Em fim uma viagem à memória do futuro. Estes depoimentos serão ao vivo e gravados em áudio e vídeo para a documentação do Centro, visando um futuro acervo para consultas públicas. Durante o depoimento o artista ilustrará sua fala com canções de sua autoria ou de seu repertório acompanhado apenas por um músico.


Toninho Geraes



Toninho Geraes

Dia 05 - Sábado - 19 horas



Show de TONINHO GERAES.
O compositor Toninho Geraes lança o álbum “Preceito”, sobe aos palcos e solta a voz interpretando as próprias letras. Toninho Geraes já conhece o sucesso através de suas composições nas vozes de grandes nomes do mundo do samba.Em mais de 200 músicas gravadas, incluindo o clássico “Mulheres”, interpretada por Martinho da Vila, ou grandes sucessos interpretados por Zeca Pagodinho, como “Uma prova de amor”, esse mineiro sempre mostrou a que veio, fazendo suas letras ecoarem em uníssono na ponta da língua do povo do samba.

Clássicos Domingos



Quarteto Alevare

Dia 06 - Domingo - 11 horas


Clássicos Domingos apresentando QUARTETO ALEVARE.
Criado no final do ano de 2000, o Quarteto Alevare ocupa hoje uma posição de destaque na música de câmara carioca, ao recriar com paixão a obra de um dos maiores compositores do século XX, o argentino Astor Piazzola.Formado por Raul d”Oliveira – Contrabaixo, Tina Werneck viola, Lélia Brazil – Flauta e Luiz Flavio Alcofra – Violão, o Quarteto Alevare apresenta o show do seu primeiro CD, intitulado “Piazzola por mãos Brasileiras”.


Saiba mais sobre o artista

Teatro Infantil

Grupo EDUCART

Dia 06 - Domingo - 15 horas



Teatro Infanto Juvenil Musicado “ Tempo de Infância “ do Grupo EDUCART
O espetáculo terá a participação especial da Cia. Mirim de Teatro e Dança Tocando em Você, e os cantores Aline Alesié e Vitor Maia.

sábado, 21 de novembro de 2009

Semana da Referência Negra


Classe de Mestre com
Pretinho da Serrinha


Dia 24 - terça-feira - 16 horas

Gratuito


Em menos de um ano o passaporte do artista já não tem mais lugar para nenhum carimbo, o músico já esteve em 3 continentes. Em uma semana foi dos Estados Unidos para França e da França, para Angola.Já tocou com alguns artistas: Darci do Jongo, Dudu Nobre (durante seis anos) e nesse mesmo período com o grupo Dobrando a Esquina. Mas tarde tocou com sambistas como, Délcio Carvalho, Seu Nelson Sargento, Wilson Moreira, Dona Ivone Lara, Seu Monarco e outros. Logo, tocou com o Marcelo D2, e atualmente no CD do músico e ator Seu Jorge, Pretinho faz direção artística; toca, muito bem, cavaquinho e percussão; e assina a co-autoria de 5 faixas.



André Gabeh


André Gabeh

Dia 27 - sexta-feira - 19 horas


Projeto Rede Rio Música apresentando ANDRÉ GABEH.
Influenciado por ídolos da música portuguesa como Amália Rodrigues, Dulce Pontes, Zeca Afonso, Madredeus, Ala dos Namorados e etc, preparou um show onde músicas de grandes artistas brasileiros são reunidas a temas lusitanos e apresentadas sob uma perspectiva universal, sem folclorismos ou alegorias. As músicas se misturam numa aquarela de sonoridades, onde o que é samba pode parecer fado, onde uma Cantiga do Porto pode soar como uma Bossa Nova. Uma modinha de viola pode remeter a uma MORNA - ritmo Cabo-verdeano;Tudo isso é a LUSOFONIA MINHA : soma de canções cantadas em português vindas de 3 países diferentes- BRASIL.PORTUGAL E CABO VERDE - onde essa língua é falada e cantada.

Formidável Família Musical



Formidável Família Musical

Dia 28 - Sábado - 19 horas


Projeto Rede Rio Música apresentando a FORMIDÁVEL FAMÍLIA MUSICAL.
Em 2005, Damm se juntou a alguns amigos no intuito de formar uma banda e soar o mais natural possível... A banda em pouco tempo de trajetória já havia se tornado uma das mais promissoras de Salvador. Com a chegada de novos amigos a banda acabou mudando seu nome para Formidável Família Musical.Em 2006 foram inúmeros shows, inclusive fora das fronteiras da Bahia. Em Salvador as apresentações eram constantes, contagiando cada vez mais um grande número de fãs e admiradores. Grande parte da imprensa musical baiana apontava a FFM como a Revelação da música baiana em 2006. Todo este reconhecimento em Salvador e na Bahia refletiu na Imprensa Nacional, o que fez com que a banda fosse destaque da histórica, 1ª edição da Rolling Stone Brasil (outubro/2006). Atualmente a banda está em processo de finalização de seu álbum de estréia CONVESCOTE, enquanto o Cd não sai, a banda vem se apresentando no Brasil, mostrando grandes sucessos como: Amar é, Bilhetinho, Já não dá mais, Senhorita, Primavera, Parque, etc.



Clássicos Domingos


Arcos Trio


Dia 29 - Domingo - 11 horas


Clássicos Domingos apresentando ARCOS TRIO.
Com formação singular no Rio de Janeiro, o Arcos Trio tem como compromisso desenvolver um trabalho de qualidade na música de câmara. Especializado em repertório para trio de cordas , investe na versatilidade de compositores do clássico ao modernismo, passando pela música popular brasileira .O grupo representa uma nova geração de instrumentistas,apresentando-se regularmente em diversas salas de concerto e séries musicais.

Teatro Infantil



Grupo COSTURANDO HISTÓRIAS

Dia 20 - Domingo - 15 horas


Espetáculo Infantil do Grupo COSTURANDO HISTÓRIAS.
Em meio a pelejas de calango e ponteios de viola, utilizando um belo tapete que representa o reino de Jezebel, tencendo encantamento e diversão, Fabio Sombra e os artistas do Costurando Histórias contam uma história de amor e de bravura, renovando a tradição e resgatando o encanto dos grandes clássicos de literatura de cordel.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Alinhando-se as comemorações do dia 20 de Novembro, dia de Zumbi, dia da Consciência Negra, o Centro de Referência da Música Carioca inicia no dia 17 de novembro a “ I SEMANA DA REFERÊNCIA NEGRA”.Serão eventos musicais ligados ao tema, além de uma exposição de fotografias, que visam chamar a atenção para trabalhos artísticos específicos da temática étnica.
Num momento em que muito se discute sobre a situação do negro no Brasil, suas reivindicações políticas e sociais, seus valores culturais, o Centro de Referência da Música Carioca homenageia a todos aqueles que até hoje lutaram, brancos e negros, pela transformação da sociedade brasileira numa verdadeira democracia racial, numa sociedade realmente fraterna, como tudo indica que possa ser num futuro bem próximo. Acompanhe nossa programação a seguir, e compareça ao nosso espaço.

Semana da Referência Negra




Exposição NOSSA GENTE

Fotógrafo JANUÁRIO GARCIA

Abertura Dia 17 - terça-feira - 17 horas
De 17 de novembro de 2009 a 17 de janeiro de 2010

Gratuito



Garcia acumulou um grande acervo fotográfico, que narra a história contemporânea afro-brasileira através de imagens. As lentes capturam o dia-a-dia da vida de negros brasileiros, mostrando a maneira de ser de velhos e jovens, o entusiasmo que a cor negra confere ao carnaval, a exclusão do negro e a luta diária para ultrapassar as dificuldades do passado.


Semana da Referência Negra



“Depoimentos Cariocas”,

com o sambista Arlindo Cruz.


Dia 17 - terça-feira - 19 horas

O projeto consiste num talk show com artistas renomados falando sobre suas carreiras, sobre a música carioca e o futuro dessa música no cenário musical brasileiro. O entrevistador é o jornalista Hugo Sukman e o primeiro convidado é o grande sambista Arlindo Cruz, que além do depoimento irá ilustrar o encontro cantando os seus sucessos. Esta série foi criada com a ambição de transformar o Centro de Referência numa verdadeira referência da música carioca. A entrevista será gravada em áudio e imagem para futuramente fazer parte de um acervo da memória da música do Rio de Janeiro que será disponibilizado ao público. O próximo convidado da série será o compositor Nei Lopes, no dia 4 de dezembro.

Semana da Referência Negra


Alan Rocha

Dia 18 - quarta-feira - 19 horas

Show “Luz que Clareia no Samba – Homenagem a Mestre Candeia” de ALAN ROCHA.
Alan Rocha cantor, compositor e cavaquinista da premiada Orquestra Popular Céu na Terra interpreta canções de um dos maiores nomes da Portela – Antônio Candeia Filho. O show faz um apanhado da carreira de Candeia apresentando seus sambas, jongos, batuques, sambas de roda e outros ritmos de origem africana, além de seus sucessos como Peixeiro Granfino e Preciso me encontrar este gravado por Cartola.

Semana da Referência Negra



Orquestra Tocante e os Sons da Afro Brasilidade

Dia 19 - quinta-feira - 19 horas



Quintas Instrumentais apresentando a ORQUESTRA TOCANTE e os Sons Afro Brasileiros
MPB, música erudita e folclórica. Violino, viola, violoncelo, contra-baixo, teclado, clarineta, cavaquinho, violão, flauta junto aos tamborins, cuícas e pandeiros. Uma democracia musical
que integra alunos, professores e profissionais de música numa ampla troca de conhecimentos e busca de aprimoramento técnico.

Semana da Referência Negra



Vissungo

Dias 20 e 21 - sexta e sábado - 19 horas


Show do Grupo VISSUNGO.
O Vissungo propõe uma música negra brasileira moderna, casamento entre a cultura negra tradicional do Brasil com o que acontecia na África contemporânea, principalmente Angola e Moçambique a partir da pesquisa de campo em comunidades negras do interior do país. Por afinidades, o Vissungo se liga a figuras como Clementina de Jesus e João do Valle e um pouco mais tarde, também a Aniceto do Império Serrano.
O Vissungo 2009, além de resgatar o antigo repertorio, apresenta novas versões da atual música africana, utiliza em suas apresentações instrumentos fabricados pelo Musik Fabrik.


Semana da Referência Negra


Classe de Mestre com
Pretinho da Serrinha



Dia 24 - terça-feira - 16 horas
Gratuito


Em menos de um ano o passaporte do artista já não tem mais lugar para nenhum carimbo, o músico já esteve em 3 continentes. Em uma semana foi dos Estados Unidos para França e da França, para Angola.
Já tocou com alguns artistas: Darci do Jongo, Dudu Nobre (durante seis anos) e nesse mesmo período com o grupo Dobrando a Esquina. Mas tarde tocou com sambistas como, Délcio Carvalho, Seu Nelson Sargento, Wilson Moreira, Dona Ivone Lara, Seu Monarco e outros. Logo, tocou com o Marcelo D2, e atualmente no CD do músico e ator Seu Jorge, Pretinho faz direção artística; toca, muito bem, cavaquinho e percussão; e assina a co-autoria de 5 faixas.


Saiba mais sobre o artista

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Show Bebossa, Roberto Menescal e Wanda Sá



Show Bebossa, Roberto Menescal e Wanda Sá


Dia 12 - Quinta-feira - 16 horas e 19 horas


Show “Novas Bossas ou A Galeria do Menescal” com BEBOSSA, ROBERTO MENESCAL E WANDA SÁ.
Um dos mais importantes compositores da Bossa Nova, Roberto Menescal, e a cantora Wanda Sá unem vozes e violões com o sexteto vocal , a capella , Bebossa para o espetáculo “Novas Bossas ou A Galeria do Menescal”, baseado na obra de Menescal e seus parceiros. Das óbvias Barquinho (com Boscoli) e Bye Bye Brasil (com Chico Buarque) a coisas pouco conhecidas. Renovando o conceito Bossa Nova em uma gostosa mistura de vozes e violões.

Rui de Carvalho


Rui de Carvalho
e o Grupo SAMBA NA CABEÇA


Dias 13 e 14 - sexta e sábado - 19 horas


Noel Rosa fará 100 anos em 2010. O poeta continua mais vivo do que nunca. Agora, nos dias 13 e 14 de novembro de 2009, sexta e sábado, às 19h Rui de Carvalho, e o grupo Samba na Cabeça (Herivelto Barros – violão, Júlio Rabello – cavaquinho, Saulo Dansa – Trompete, Batatinha - banjo e percussão, Marco Neves e Paulinho da Cuíca – percussão, e como convidado especial, Flavio Pereira – baixo e o compositor Zé Arnaldo Guima que dará uma “canja”.
O repertório será Noel Rosa, João Nogueira, Paulo Cesar Pinheiro e outros bambas.


Clássicos Domingos



Guilherme Lessa


Dia 15 - Domingo - 11 horas


Clássicos Domingos apresentando GUILHERME LESSA com o recital “Encruza”.
Música universal, onde se cruzam o erudito e o popular, o escrito e o improvisado, o intérprete e o compositor ...para que o som torne a ser sagrado como em sua gênese ...

Teatro Infantil


Grupo COSTURANDO HISTÓRIAS

Dia 15 - Domingo - 15 horas


Espetáculo Infantil do Grupo COSTURANDO HISTÓRIAS.
Em meio a pelejas de calango e ponteios de viola, utilizando um belo tapete que representa o reino de Jezebel, tencendo encantamento e diversão, Fabio Sombra e os artistas do Costurando Histórias contam uma história de amor e de bravura, renovando a tradição e resgatando o encanto dos grandes clássicos de literatura de cordel.