cmrmc

cmrmc

domingo, 28 de junho de 2009

Quintas Instrumentais apresentando CAMARÁ TRIO

Dia 2, quinta-feira - 19h

Afro-samba e outros gueri-gueri”

 O Camará Trio, formado por violino, violão e pandeiro, traz em seu show “Afro-samba e outros gueri-gueri” um passeio musical pela música brasileira em formato instrumental. Dos afro-sambas de Baden e Vinicius, do samba ao choro, passando por afoxés e baiões, o grupo imprime sua sofisticada sonoridade e surpreende o público com arranjos originais. O repertório conta ainda com músicas dos integrantes do grupo e hits internacionais de Beatles e Jimi Hendrix.

Foto de Tiago Vianna

Ouça os artistas

Show "A Influência da Bossa"

Dias 3 e 4, sexta-feira e sábado - 19h

 Com MARVIO CIRIBELLI E THAÍS MOTTA

A cantora Thaís Motta e o trio do pianista Marvio Ciribelli se apresentam, nos dias 3 e 4 de julho, no Centro Municipal de Referência da Música Carioca, na Tijuca, com o show “Influência da Bossa”. Um programa imperdível para os que acreditam na qualidade e na renovação da Bossa Nova e seus intérpretes. Marvio e Thaís mostram como contextualizam a Bossa Nova, isto é, como incorporam suas vivências concretas e a tradição da Bossa Nova, promovendo um show único, sincopado e suingado. No repertório, músicas de Carlos Lyra, Vinícius de Moraes, Tom Jobim, Johnny Alf, Armando Schiavo, Lúcio Alves, Fred Martins, Altay Velloso, Paulo Cesar Feital, Roberto Menescal, Geraldinho Carneiro, Marco Pinheiro, Chico Alves, Chico Buarque e outros.


Thaís Motta - Em 2008, Thaís Motta lançou seu primeiro CD "Minha Estação" (que acaba de ser indicado para o próximo Prêmio TIM de música), com produção e arranjos do próprio Marvio Ciribelli. Com Ciribelli, também no ano passado, Thaís viajou para a França (Lyon), para se apresentar num grande show em homenagem aos 50 anos da Bossa Nova (com cerca de 25 mil pessoas) no "Terreaux République Bellecour". Aos 29 anos, Thaís é uma cantora cheia de ginga, apelidada de “Miss Ritmo” por um dos maiores músicos brasileiros, o baterista Marcio Bahia.

Ouça a artista

Marvio Ciribelli - É conhecido tanto pelo seu modo particular de tocar, compor e improvisar, quanto por sua energia durante os shows. Com dez discos gravados por selo próprio (Mantra), Marvio teve composições lançadas na Alemanha, Inglaterra e Japão e tem várias passagens internacionais significantes, como por quatro vezes no Montreux Jazz Festival (Suíça). Em 2008, Marvio Ciribelli também lançou um novo CD, fazendo parte do grupo internacional "OTR", que tem na sua formação o vocalista Inglês John Lawton (ex-Uriah Heep) e o guitarrista Jan Dummée (ex-Focus).

Ouça o artista 

Clássicos domingos e Espetáculo infantil

Dia 5, domingo - 11h

Show TIM por TIM

Apresentação dos professores da 

Orquestra Brasileira de Música


Dia 5, domingo - 15h

Espetáculo infantil com o 

Grupo Costurando Histórias

Com o apoio de tapetes tridimensionais que servem de base à viagem,contadores e músicos divertem-se contando narrativas assustadoras. Desta vez, no centro da roda e do palco, estão caveiras, bruxas, velhas fiandeiras, monstros e criaturas de dar medo!

domingo, 21 de junho de 2009

Show "A História da Discografia da MPB de 1916 Aos Dias de Hoje"



Sexta 26 e sábado 27 de junho - 19 horas

Grupo Seresta Moderna

O espetáculo traça o caminho dos grandes sucessos da nossa música, com seus maiores clássicos. História e estórias deliciosamente contadas e cantadas pelo grupo Seresta Moderna. O roteiro começa em 1916, com o primeiro samba oficialmente gravado no país, de autoria de Donga e Mauro de Almeida. Passa por Carinhoso - de Pixinguinha e Braguinha -, relata o surgimento de Carmem Miranda em 1930 e exalta a riqueza da composição brasileira naquela década - com grandes sucessos de Assis Valente, Zequinha de Abreu, Almirante, Noel Rosa e Ari Barroso. Os anos 40 com Dorival Caymmi, Ataulfo Alves e a chegada ao sudeste de Luis Gonzaga, os anos 50 do maestro Villa Lobos, Monsueto, a Bossa Nova de Tom Jobim e Vinícius de Morais, e segue década em década até os dias de hoje.

Formação:

João Francisco Neves - Voz, violão e direção geral

Manu Santos - Voz

Juli Mariano - Voz

João Gabriel - Piano

Tiago Oliveira - Percussão e voz

Contato: Moacir Magalhães

magalhaesmoacir@nossadica.com

www.serestamoderna.com

Ouça o Seresta Moderna

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Quintas instrumentais


Dia 18 de junho - quinta feira - 19 horas

Duo Paulo Russo e Kiko Continentino


Show "Sucesso Sempre"

Dias 19 e 20 de junho - sexta e sábado - 19 horas

Tavynho Bonfá e Claudia Telles


Tavynho Bonfá gosta muito do que faz! Compõe, orquestra, direciona, toca e canta. Está em constante parceria com os colegas, como tem feito na área clássica, na Lounge Music estilo Bossa Nova. Com sua amiga e parceira, a cantora Claudia Telles, inicia a turnê "Sucesso Sempre" Tour 2009.
Tavynho Bonfá desde os quinze anos tem se apresentado regularmente em shows beneficentes e mais recentemente, em 2008, no Projeto Obra Social da Cidade do Rio de Janeiro. Estas ações sociais são voltadas para a família e o idoso. Uma das formas de combater a violência e a exclusão na cidade.
Ele não para! Redescobre as harmonias e se inquieta com os projetos. Criação e Produção Musical é a sua área, mas é preciso saber diferenciar a exata área de produção. Tavynho cuida de Produção e Direção de Estúdio, dos Shows, e da confecção completa de discos.
Nada tem a ver com a área de Programação de atrações, mas serve a estas com os seus preciosos shows. Tavynho apresenta uma versatilidade musical que vai desde o cerimonial até o recital e o concerto. De fato tem essa disciplina e cuidado com a música que, no final das contas, é um benefício para quem partilhar de sua companhia.
Fala três idiomas (com a música seriam quatro), tem boas maneiras, é atento à direção e aos regimentos internos no trabalho. Como ele mesmo declara: A Música é a melhor coisa do mundo! Seu CD 2009 traz a sonoridade da música de Tavynho, que não se ouve há mais de seis anos. Um disco que traduz em música o que queremos agora e sempre - a VITÓRIA DO BEM http://tavynhobonfa.blogspot.com/

Claudia Telles iniciou sua carreira fazendo coro para artistas famosos em suas gravações, entre eles Fevers, Roberto Carlos, José Augusto, Gilberto Gil, Jerry Adriani, Jorge Ben, Belchior, Simone, Rita Lee, Fafá de Belém, entre vários outros. Sua chance de "brilhar" veio, entretanto, quando uma amiga do Trio Esperança, Regina, precisou se afastar do grupo por causa da gravidez. Claudia a substituiu em gravações e shows, ganhando experiência de público. Daí para frente ela se dedicaria completamente à arte musical. http://www.claudiatelles.com.br

Ouça Claudia Telles

Ouça Tavynho Bonfá

Clássicos domingos - (Música erudita)



Dia 21 de junho - domingo - 11 horas

Quarteto Cquadria


O Quarteto Cquadria foi formado a partir do encontro de músicos amigos e instrumentistas da Orquestra do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. O repertório designado para os concertos musicais do grupo traduz-se em releituras de composições brasileiras, com arranjos escritos pelo violoncelista Luis Fernando Zamith - em versão para esta formação camerística - e também grandes nomes da música internacional, como Piazzola e Scott Joplin.
O Quarteto de Cordas Cquadria tem a intenção de promover e aprimorar a prática da musica instrumental com audições enriquecedoras para a vida social e cultural brasileira. Além das atividades profissionais que cada um destes instrumentistas desenvolve regularmente em Orquestras Sinfônicas do Brasil, o quarteto Cquadria atende e amplia seus horizontes.
Através de uma carreira paralela no campo da música instrumental popular, somando participações em shows e gravações com nomes consagrados da música popular brasileira, tais como Wagner Tiso, Gal Costa, Milton Nascimento.
Por meio de belos arranjos para a formação de quarteto de cordas, o grupo interpreta os grandes clássicos da música popular brasileira e internacional, unindo todo o swing que a música popular pode exprimir à sofisticação da música clássica; passeando tranqüilamente entre as duas linguagens musicais, o popular e o erudito e provando mais uma vez o caráter universal que a música pode manifestar.